MARCELO ODEBRECHT DELATA PAULO SKAF E MICHEL TEMER

QUEM É O PATO ?


SEGUNDO MATÉRIA DO JORNAL ESTADO DE SÃO PAULO

Marcelo Odebrecht, ex-presidente e herdeiro do grupo, disse em acareação com o ex-diretor da empreiteira Cláudio Melo Filho que recebeu do então vice-presidente Michel Temer um pedido de “apoio” para a campanha de Paulo Skaf (PMDB) ao governo de São Paulo em 2014.

Segundo relato do empreiteiro, ao qual o Estado teve acesso, o pedido aconteceu antes do jantar no Palácio do Jaburu – no fim de maio de 2014 –, no qual o ex-presidente da Odebrecht disse ter acertado com o atual ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, o repasse de R$ 10 milhões a campanhas de candidatos do PMDB nas eleições daquele ano.

NÃO HÁ MAIS DÚVIDA

Com base no depoimento de Melo Filho que afirmou que Temer participou, sim, da discussão sobre valores, e agora o resultado da ACAREAÇÃO com Marcelo Odebrecht, fica caracterizado que o atual presidente da República, PARTICIPOU DIRETAMENTE DOS ACERTOS para a distribuição de R$ 10 milhões, dinheiro de caixa DOIS DE CAMPANHA para o PMDB.


Um comentário:

  1. BOM DIA .

    Com um triste olhar na realidade, não acredito que dê em nada.

    A IMPRENSA FAZ QUESTÃO DE RESSALTAR QUE A CONVERSA ENTRE MARCELO E TEMER FOI "INSTITUCIONAL"

    ResponderExcluir